FOTO DO DIA 22/03 EGBERTO NOGUEIRA/ÍMÃ FOTO GALERIA

Egberto Nogueira/Ímã Foto Galeria

Crianças guajá tomam banho de rio, na denominada pré-Amazônia brasileira, no Maranhão

Dia Mundial das Águas foi criado pela Assembléia Geral da Organização das Nações Unidas em 1993 declarando todo o dia 22 de Março de cada ano como sendo o Dia Mundial das Águas. O tema deste ano é “Qualidade da Água”. Como forma de homenagem divulgamos o trabalho do fotógrafo Egberto Nogueira com os índios da tribo Guajá que compõe a exposição O POVO DAS ÁGUAS.

Egberto Nogueira é conhecido pela sensibilidade e o apuro estético presentes em seus trabalhos voltados para temas sociais. Acumulou, ao longo da carreira iniciada em 1988, registros de momentos históricos importantes.
Ensaios sobre o sistema de saúde no Brasil resultaram em duas premiações: Prêmio Abril de 1995 e, na mesma época, Prêmio do Conselho Médico Federal. Dentre outros importantes e reconhecidos trabalhos, constam os registros do difícil cotidiano dos catadores de caranguejo do Piauí, e a difícil incursão, fotografando o cotidiano dos integrantes da tribo Guajá ambos trabalhos que compõem a exposição ”O POVO DAS ÁGUAS’.
Após passar pelas redações de respeitadas publicações nacionais, como a revista Veja, Egberto Nogueira vem atuando como fotojornalista independente. Seus trabalhos, com freqüência são encontrados em veículos internacionais tais como L Express, The Face e Boston Globe. Recentemente, criou e organizou a Ímã Foto Galeria de São Paulo, já reconhecida como um dos espaços mais democráticos da fotografia brasileira e que concentra um dos maiores acervos do país.
Fiel à temática social, o fotógrafo esteve na região denominada pré-Amazônia brasileira, no Maranhão, em abril de 2000, fotografando o cotidiano dos integrantes da tribo Guajá. De natureza nômade, o grupo indígena vem se fixando em alguns territórios por questões de segurança, para garantir a existência das próximas gerações, já que enfrentam ameaças de grupos madeireiros e de extração mineral. Quando foram identificados, na década de 70, os Guajás concentravam 600 integrantes, número reduzido para 250 na atualidade.
O trabalho realizado por Egberto Nogueira apresenta os awás (“pessoa”, “gente”, na língua da tribo) muito sorridentes e em grande harmonia com a natureza e os animais. São poucos os indícios da influência dos karaí (homem branco), percebida apenas em algumas vestes e no uso de panelas e sabão. As mulheres em fase de aleitamento permitem que filhotes órfãos de porco-do-mato, jabuti, cutia e macacos alimentem-se em seus seios e, em noite de lua-cheia, homens e mulheres realizam um cerimonial para fertilidade do solo.

Para ver mais fotos do Egberto Nogueira acesse nossa galeria virtual: http://www.imafotogaleria.com.br/galeria/fotografo.php?cdFotografo=1

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s